Review: Star Wars Jedi: Fallen Order


Star Wars Jedi: Fallen Order é um dos jogos mais aguardados de todos os tempos. O jogo é inspirado na clássica franquia de filmes criada por George Lucas. Disponível para PC, Xbox One e PlayStation 4, o jogo é publicado pela Electronic Arts (famosa EA Games) e desenvolvido pela Respawn Entertainment (mesma empresa responsável por Apex Legends e Titanfall, por exemplo). Já posso adiantar que é possível afirmar que este é o melhor jogo de Star Wars em anos, pois tem uma história envolvente, gameplay de ação interessante e muito fanservice para os fãs da saga espacial. Mas será que o jogo realmente agrada nos principais aspectos? Confira a minha análise juntamente com minhas gameplays transmitidas ao vivo no YouTube!

Logo após a Disney comprar a Lucasfilm e estabelecer um contrato de exclusividade com a EA (Eletronic Arts) para o lançamento de jogos inspirados nos filmes de Star Wars, os fãs ficaram de uma certa forma incomodados com a falta de bons lançamentos e com uma qualidade questionável dos jogos disponibilizados, em especial pela falta de cuidado da EA – amplamente conhecido por muitos gamers. Contando apenas com a série Star Wars Battlefront, a EA precisava de um grande jogo para reviver o interesse pela marca nos games.

Em função disso, a EA finalmente conseguiu com Star Wars Jedi: Fallen Order, muito graças à desenvolvedora Respawn Entertainment. Sem dúvidas, o estúdio ganhou muito destaque após o lançamento do aclamado Titanfall 2, e entrou de vez nos holofotes graças à Apex Legends, um dos melhores e mais populares jogos de 2019. Em Fallen Order, a desenvolvedora utilizou tudo que aprendeu para criar uma experiência de modo campanha repleto de detalhes, recompensadora, empolgante e sem os vícios irritantes dos concorrentes, como multiplayer inserido de última hora ou as famosas e temidas microtransações por todos os lados.

Em um resumo (sem spoilers), a nova aventura de Star Wars Jedi: Fallen Order coloca os jogadores na pele do Jedi Cal Kestis em um dos piores momentos possíveis para portar um sabre de luz numa galáxia muito, muito distante: entre os episódios III e IV da série, ou seja, logo após a Ordem 66 do Imperador Palpatine condenar todos os Jedi da galáxia à morte. Ao lado de seu fiel amigo dróide BD-1, Cal precisa escapar dos Inquisidores, um grupo de extermínio especialista em detectar usuários da Força.

O Jedi Cal Kestis entra para um grupo de sobreviventes um tanto quanto receptivo e recebe ajuda da mestre Jedi Cere Junda e do incrível piloto Greez. Juntos, eles tentam reviver o que restou da ordem Jedi em um enredo repleto de reviravoltas divertidas, homenagens aos filmes clássicos e diversas surpresas que merecem ser descobertas durante a gameplay contínua. Os gráficos são incríveis e a forma como tudo é executado é simplesmente perfeito.

Análise Star Wars Jedi: Fallen Order Vale a Pena
Imagem/Reprodução: Eletronic Arts

Outro aspecto bem legal do jogo é que rever áreas antigas já portando novos poderes que foram descobertos anteriormente o recompensará com vários bônus, essenciais para encarar os desafios dos níveis mais avançados e outros itens que não irei mencionar devido aos spoilers. Além disso, é relativamente comum encontrar salas inacessíveis até que você obtenha um novo talento, mas navegar entre diferentes fases nunca fica chato ou atrapalha o ritmo da jornada – pelo menos na experiência que tive com o jogo.

Na prática, isso ocorre na sua grande maioria porque o combate de Star Wars Jedi: Fallen Order é muito divertido e bem executado, talvez o melhor uso que já foi feito de um sabre de luz nos videogames até o presente momento (Amém!). As lutas são bem técnicas e avançar rápido demais resulta em mortes certas, então vale a pena utilizar em alguns momentos o “timing dos inimigos” e pensar com cuidado na melhor abordagem para cada situação. Lutar nunca fica cansativo porque o jogo sabe alternar bem ótimos momentos de plataforma e puzzle entre cada luta.

Minha Opinião
  • Gráficos
  • Interface
  • Diversão
  • Jogabilidade
  • Funcionalidades
4.6

Conclusão

Com base em horas que fiquei jogando o Star Wars Jedi Fallen Order, posso afirmar com total convicção de que é um excelente título para os fãs da série de filmes como para os jogadores que buscam um bom game de ação no modo Single Player. A campanha é bastante extensa o bastante para garantir várias horas de diversão, e a exploração é simplesmente incrível com bons itens e referências para entusiastas da franquia. Durante minhas gameplays, pude perceber pequenos problemas técnicos que não atrapalham o ritmo do jogo – só me fizeram rir um pouco ao vivo, que é mais um belo acerto da desenvolvedora Respawn Entertainment.

Meu nome é Juan, tenho 21 anos, sou empresário, investidor, blogueiro, streamer e podcaster. Com muito orgulho comecei meu primeiro negócio aos 10 anos de idade utilizando uma conexão limitada no Brasil, especificamente numa cidade de interior.