Acompanhe nas redes sociais

Olá, o que você está procurando?

#Em Destaque

Por que não utilizar o Google Fonts?

Ao acessar sites diversos em um navegador diferente do que o habituado, normalmente os textos ficam um pouco senão muito diferentes. Por que será que isso acontece? A utilização de fontes na web é até hoje um problema quando pensamos nos aspectos de compatibilidade. De uma forma geral, se sua fonte não é muito utilizada na internet, provavelmente você terá alguns problemas com a configuração dos seus textos em diferentes navegadores.

Vale a pena utilizar Google Fonts Imagem Ilustrativa
Imagem/Reprodução: One Designs


Nem todas as fontes estão pré-instaladas nos navegadores de internet e sistemas operacionais. Em função disso, muitas vezes nos deparamos com incompatibilidade e, automaticamente, seus textos serão adaptados às fontes disponíveis no sistema. Dessa forma, seu texto fica totalmente desconfigurado e todo o layout acaba sendo prejudicado. Contudo, recentemente li um post no GitHub de vários usuários reportando os constantes updates anuais no Google Fonts, prejudicando a programação de várias páginas web pelo mundo.

Isso acabou abrindo precedentes para que os developers baixem manualmente as fontes presentes no Google Fonts, visando evitar os updates constantes e de surpresa na solução “copie o embed e utilize em sua página“. Com isso em mente, vários comentários começaram a questionar a viabilidade de utilizá-las no Google Fonts, tornando-se aconselhável utilizar em sua própria hospedagem.

Como baixar fontes do Google Font
Imagem/Reprodução: Juan de Souza

Quando isso aconteceu, fui pesquisar na internet para buscar soluções sobre o ocorrido com vários sites. Encontrei um tutorial bem prático no TechTudo, com etapas a serem seguidas para você baixar gratuitamente a fonte desejada e implementá-las. Dessa forma, qualquer novo update que for proveniente dos designers e/ou do próprio Google Fonts, você poderá optar por atualizar ou não, sendo necessário substituir os arquivos hospedados em seu diretório (exemplo: /var/www/html/layout/arquivos/fontes/{NOMEDAFONTE}.formato).


Em suma, o Google Fonts é um excelente e prático serviço, provendo um catálogo extenso com extensões diversas para serem utilizadas em sua página web e/ou aplicação. Contudo, saiba que anualmente existem alguns updates que podem ser realizados pelos designers ou pelo próprio Google Fonts e, dependendo do seu layout ou programação, podem ocorrer conflitos ou distorções devido às mudanças. Portanto, você tem a opção de baixá-las localmente para utilizar em seus projetos e atualizar manualmente se desejar.

Espero ter ajudado!
Compartilhe o artigo e deixe seus comentários! 🙂

Escrito por

Meu nome é Juan de Souza, tenho 22 anos, sou empresário, investidor, blogueiro, streamer e podcaster. Comecei o meu primeiro negócio aos 10 anos de idade, utilizando uma conexão discada no Brasil. Fundei negócios como o TFX, Juan de Souza Media, Coliseu Geek, EcoVision, dentre outros.

Comentários

Veja o que recomendamos do Blog do Juan para você:

#Insight

Sem dúvidas, em tempos atuais os frameworks se tornaram essenciais para o desenvolvimento de aplicações e soluções na internet, especificamente para a interface “web”,...

#Brasil

Recentemente, a entidade Registro.br anunciou novas extensões de domínios que podem ser registrados no Brasil para várias categorias de profissionais. Pensando nisso, resolvi criar...

#Programação

O Google reCAPTCHA já é mais encontrado em um site. Contudo, na nova versão, a Google mostra apenas um badget no canto inferior direito....

#Curiosidades

É uma dúvida muito comum e recorrente! Será realmente que o computador estraga ao ficar por um longo período sem desligar? Pensando nisso, eu...