Review: Crash Bandicoot 4


Sem dúvidas, várias franquias costumam se animar quando uma remasterização é lançada para o público final. Afinal, este só pode ser um indício que a série em questão vai voltar, além de servir como um termômetro de aceitação por parte do público gamer, correto? Eu joguei bastante o novo Crash Bandicoot e decidi compartilhar com vocês o que eu achei no geral e a experiência ao jogar Crash 4 na prática. Confira na íntegra!

Em vez de trazer cenários maiores nos quais os jogadores têm certa liberdade para sair caçando itens pelos mapas, a proposta de Crash Bandicoot 4: It’s About Time remete aos jogos clássicos. Ou seja, fundamentalmente, você só precisa ser preciso ao pular entre plataformas e caixas para chegar até a última fase do último mundo. Simples assim.

Minha Opinião
  • Gráficos
  • Interface
  • Diversão
  • Jogabilidade
  • Funcionalidades
  • Melhorias Gerais
5

Conclusão

Sem dúvidas, Crash Bandicoot 4: It’s About Time pode ser considerado como o melhor jogo que os fãs da trilogia clássica poderiam esperar e jogar nesse momento atual. Além disso, posso afirmar sem medo de errar que caso invista em uma continuação, a Toys for Bob ainda pode melhorar bastante as ótimas ideias que já aplicaram neste game, que não é apenas uma continuação, mas uma nova experiência com novidades e mudanças de perspectivas.

Além disso, o legal é que o jogo compreende corretamente os méritos da trilogia original e expande todas as qualidades dos primeiros jogos da série. Ainda assim, Crash Bandicoot 4 une desafios difíceis (muitas vezes cruéis) a personagens cativantes e uma diversidade de jogabilidade digna de aplausos, o mais novo game da franquia com certeza está à altura dos que tornaram esta série tão conhecida.

E você, o que achou do novo Crash Bandicoot 4? Compartilhe! 🙂

Meu nome é Juan de Souza, tenho 22 anos, sou empresário, investidor, blogueiro, streamer e podcaster. Comecei o meu primeiro negócio aos 10 anos de idade, utilizando uma conexão discada no Brasil. Fundei negócios de sucesso como o TFX, Sonia Ideias, Juan de Souza Media, EcoVision e Coliseu Geek.