Mas afinal, o que significa API?

Você deve ter se perguntado o significado do termo API (Application Programming Interface) ou Interface de Programação de Aplicativos. Entretanto, antes de falar mais sobre as APIs em si, é necessário fazer uma breve introdução sobre como este tipo de sistema funciona e como se divide. API é um conjunto de rotinas e padrões de programação para acesso a um aplicativo de software ou uma plataforma baseado nos recursos que encontramos na Internet.

Definição do termo API e sua utilização
Imagem/Reprodução: Joe Colantonio

Uma API é desenvolvida quando uma empresa tem a intenção de que outros criadores de software desenvolvam produtos associados ao seu serviço. Existem vários deles que disponibilizam seus códigos e instruções para serem usados em outros sites da maneira mais conveniente para seus usuários. Como um dos maiores exemplos, podemos mencionar o Google Maps na área de APIs. Por meio de seu código original, muitos outros sites e aplicações utilizam os dados do Google Maps adaptando-o da melhor forma a fim de utilizar esse serviço.

Quando uma pessoa acessa uma página de um evento, por exemplo, é possível visualizar dentro do site o mapa do Google Maps para saber exatamente a localização do estabelecimento e verificar qual o melhor caminho para chegar até o respectivo endereço. Esse procedimento é realizado por meio de uma API, onde os desenvolvedores do site do evento utilizam do código autenticado pelo Google Maps para inseri-lo em um determinado local. O mesmo vale para aplicativos, como o Uber que ainda utiliza as APIs do Google para todo o hub de Serviços.

O que é API? Como utilizar em meus projetos?
Imagem/Reprodução: Becode

Além disso, através das APIs, diversos aplicativos presentes podem se comunicar uns com os outros sem conhecimento ou intervenção dos usuários finais. Elas funcionam através da comunicação de diversas linhas de códigos, definindo comportamentos específicos de determinado objeto em uma interface. A API liga as diversas funções de maneira que possam ser utilizadas em outras aplicações. Ainda assim, sistemas de pagamento pela internet são um bom exemplo de funcionalidade das APIs que rodam de forma automática. Em outras palavras, a API é composta de uma série de funções acessíveis por meio de programação.

Recentemente, a utilização das APIs tem se espalhado nos diversos plugins, que complementam a funcionalidade de um determinado software ou aplicação em Cloud Computing. Os desenvolvedores de um programa principal criam uma API específica e fornecem a outros criadores, que desenvolvem plugins para aumentar o potencial e as funcionalidades do projeto inicial, isso acontece com muita frequência a aumenta a participação do serviço.

O que é API?
Imagem/Reprodução: Becode

Além disso, os sistemas operacionais como conhecemos também possuem suas APIs com as mesmas funções descritas nesse artigo. Por exemplo, o Windows possui APIs como a Telephony API, Win16 API e Win32 API. Quando um usuário executa um programa que envolva algum processo do sistema operacional, é bem provável que o Windows faça uma conexão entre o software e alguma de suas APIs para que o processo seja efetivado e as diretrizes seguidas.

Espero ter ajudado!
Compartilhe o artigo e deixe seus comentários! 🙂

Juan de Souza

Tenho 18 anos, Fundador & CEO do TFX Startup, uma empresa com produtos, serviços e projetos inovadores. Meu primeiro empreendimento foi aos 10 anos utilizando conexão dial-up (discada).