Review: Gears 5

Após praticamente cinco sequências, sendo esse o segundo no Xbox One, Gears (que agora não é mais “Of War”) se consolida como uma das maiores franquias da Microsoft para o seu console exclusivo. O que começou como um shooter único contra alienígenas no Xbox, hoje possui um universo sensacional, cujo enredo pode ser expansivo para além dos games. Mas será realmente que o jogo entrega toda a expectativa dos jogadores? Confira em minha análise completa!

Gears 5 1920x1080 Xbox One X
Imagem/Reprodução: Microsoft Studios

Gears 5 mostra o quanto vasto é esse universo, brincando em criar novos rumos na história, reviver situações que para muitos passaram despercebidas, e ainda criar reviravoltas que já se tornaram uma marca registrada da série. Na prática, Gears 5 continua a história mais atualizada da franquia, que começou em Gears of War 4. No protagonismo, há um incrível grupo composto por Kait Diaz, Del Walker, JD e Marcus Fenix – o mais famoso personagem da série.

Embora o jovem Fenix seja o foco das atenções no primeiro momento do jogo, é Kait quem brilha em Gears 5, concretizando muito do que o jogo anterior já apontava, isto é, Gears of War 4. Em suma, a jovem precisa lidar com fantasmas do passado, ao mesmo tempo em que muito da sua história, e principalmente a de seus pais, começa a ser revelada de fato e finalmente ao jogador.

Gears 5 no Gelo Ice 1920x1080
Imagem/Reprodução: Microsoft Studios

Além disso, é super válido destacar os excelentes gráficos de Gears 5, que sempre foram um elemento no qual Gears of War foi referência. E o novo Gears 5 não erra nem um pouco nesse quesito, pelo contrário, não é exagero alguém dizer que o game tem o visual mais bonito e realista já criado até hoje, seja na composição de seus personagens e cenários, como na ambientação e cenas de animação de tirar o fôlego.

É tão interessante a confiança que Gears 5 nos proporciona, inclusive, em cada capítulo, você verá certamente um mundo mais rico em detalhes e ambientação e ficará literalmente impressionado. Em especial, pela minha experiência posso destacar o segundo capítulo que impressiona desde os primeiros passos no mundo gelado de até sua despedida carregada de cenas de ação muito bem desenhadas. Quem acompanha minhas transmissões no YouTube sabe, em várias ocasiões eu me “desliguei da vida e dos comentários” para admirar as paisagens.

Outro aspecto importante de ser mencionado é: até mesmo os personagens da franquia e a sua conhecida composição carrancuda tiveram melhorias significativas. Elas fazem com que não sejam tão brutamontes, ao mesmo tempo em que não perdem suas características, trazendo um traço mais suave tanto na composição de suas estruturas físicas, como em armaduras e vestimentas.

Ainda assim, eu fiquei muito impressionado positivamente com o enorme capricho com cada detalhe das centenas de regiões por onde eu passei ao longo de todo o enredo do novo Gears 5. Desde um laboratório com ferramentas cirúrgicas enfileiradas em uma mesa, até casas destruídas com o que sobrou de seus móveis, tudo com uma composição muito realista. É realmente uma experiência muito vívida e repleta de emoções a quem for jogar.

Análise Completa de Gears 5 em Português Brasileiro
Imagem/Reprodução: Microsoft Studios

Agora vamos para o aspecto mais aguardado e importante: a jogabilidade. Todos sabemos que a jogabilidade de Gears of War é sempre um assunto que gera muitas discussões pela internet, por várias razões. Ao mesmo tempo que é defendida por sua legião de fãs de Gears of War, outra parte do público questiona se seria uma mecânica “mais do mesmo” – para muitos até o elemento que mais desagrada na franquia.

Na minha opinião pessoal, ao que o jogo se propõe, Gears 5 faz muito bem a lição de casa e traz uma jogabilidade quase idêntica ao que foi apresentado em Gears of War 4. Em outras palavras, Gears 5 ainda traz como elemento chave todo o seu incrível sistema de cobertura, do qual muitos tentaram copiar, mas pouco obtiveram êxito e com maestria. Contudo, sem dúvidas que também há espaço para algumas inovações.

A primeira inovação implementada pela The Coalition Studios e a que mais me chamou a atenção para ser sincero é o robô, conhecido carinhosamente como Jack (não é o Jackie Chan, okay? 😀 ). Ele possui uma série de funções, como, por exemplo: paralisar adversários, abrir portas e arrombar cofres. Também serve como desculpa para a franquia ter um sistema de habilidade (skills), mesmo que ainda seja simples e de pouca influência no progresso.

Em Gears 5, o robô Jack certamente será um ótimo aliado em sua jornada, uma vez que cada ação mexe bastante com toda a mecânica de combate. Para contextualizar melhor, saiba que agora é possível, por exemplo: revelar vários inimigos que insistem em se proteger atrás de estruturas em questão de segundos. O robô Jack pode também enviar um poderoso choque que levanta o oponente e faz com que ele fique vulnerável para ser alvejado. Além disso, o robô também traz habilidades defensivas, que criam uma armadura provisória e bem resistente aos personagens, dentre outros.

Análise Completa de Gears 5 em Português Brasileiro
Imagem/Reprodução: Microsoft Studios

Em relação ao Modo Multiplayer (ou Multiplayer Mode em inglês), cabe aqui algumas informações importantes. Primeiramente, no acesso antecipado do jogo pelo Xbox Game Pass Ultimate e até mesmo um convite que recebi da Microsoft Brasil antes (#ObrigadoMicrosoft), o modo online estava muito estranho e cheio de problemas ao conectar-se à internet. Era muito bizarro. Porém, no momento que escrevo essa análise todos os bugs que eu encontrei e me lembro foram devidamente resolvidos, mas é importante mencionar que ficou confuso.

No modo Multiplayer de Gears 5, temos uma enorme variedade de Modos, o que ajuda a prolongar a vida útil do jogo. O seu Modo Versus permanece praticamente inalterado, com partidas: Um contra Todos, Equipe vs. Equipe, dentre outros. Destaque para a personalização do seu personagem, que inclui Sarah Connor e a caveira metálica conhecida como T-800, ambos frutos de uma parceria entre Gears 5 e o filme da franquia Exterminador do Futuro. O Modo Horda, que retorna a pedido dos fãs, coloca você e mais quatro jogadores para combaterem até 50 ondas de inimigos, com a dificuldade aumentando.

Agora, já no tradicional o Modo Fuga, por exemplo, chega como um dos grandes atrativos de Gears 5. Isso porque nesse modo, você e mais três jogadores precisam fugir de uma determinada área com recursos limitados e um tempo para ser cumprido. Entretanto, há elementos de estratégia e competitivo que tornam o modo ainda mais atrativo. Além de um ranking com pontuação separada, os recursos disponíveis no mapa, armas e munição, são únicos, ou seja, você e seus companheiros brigam pelos mesmo itens. Ainda assim, uma boa recomendação é a opção de criar mapas e compartilha-los com a comunidade.

Para finalizar, gostaria novamente de recomendar meu amigo #Marltonthegreat, uma excelente pessoa e jogador profissional (vulgo Pro Player)! 😛

Minha Opinião
  • Gráficos
  • Interface
  • Diversão
  • Multiplayer
  • Jogabilidade
  • Funcionalidades
4.8

Conclusão

Como conclusão final, posso dizer que Gears 5 consolida de fato a franquia como a mais expressiva da geração Xbox One. Os gráficos deixam o jogo a frente que qualquer outro no aspecto visual, servindo como uma prévia do que a próxima geração nos reserva. Em minha experiência jogando no Xbox One X em resolução 4K, pude observar a atenção especial que a produtora teve em cada detalhe.

Por sinal, realizei várias transmissões no meu canal no YouTube e inúmeras vezes eu elogiei os gráficos. Agora, em relação a jogabilidade, posso afirmar que continua sendo excelente, de acordo com o proposto pelo game, mas pode parecer linear e batida demais para outros players não adeptos à franquia Gears (ou até mesmo “Gears of War” – em sua respectiva origem).

O interessante é que aos jogadores que nunca puderam jogar Gears antes, o mesmo está disponível para assinantes do Xbox Game Pass e o jogo oferece uma contextualização logo no começo da história, de forma que você não fique perdido sem qualquer contexto. Sem dúvidas, Gears 5 é um game obrigatório para quem possui um Xbox One e a resposta perfeita para quem duvidava da qualidade excepcional dos lançamentos exclusivos da Microsoft.

Juan de Souza

Tenho 20 anos, sou empresário, blogueiro, streamer, podcaster, entre outros. Meu primeiro empreendimento foi aos 10 anos, usando conexão discada com 50 kbps.