Resumo do Livro “Nos Bastidores da Pixar”

O livro “Nos Bastidores da Pixar” nos mostra as mais diversas nuances da Pixar, não se limitando apenas pela qualidade de suas respectivas criações que são tão conhecidas e renomadas internacionalmente, mas também pelas inovações a cada nova produção em animação que é realizada. Além disso, é fato que todos os filmes da Pixar criam verdadeiros marcos que duram por toda a vida, como, por exemplo: com o cowboy de brinquedo Woody e seu grande amigo espacial Buzz Lightyear na série de filmes “Toy Story”, os inseparáveis amigos monstros Mike e Sulley que morrem de medo de crianças no “Monstros S/A”, a incansável procura desesperada do peixe palhaço Marlin em busca do seu filho Nemo em “Procurando Nemo”, dentre outros. Bem legal, não é mesmo? 😉

Resumo Nos Bastidores da Pixar Completo
Imagem/Reprodução: The Walt Disney Company

O mais interessante, sem dúvidas, é que a Pixar consegue deixar seus ensinamentos claros e o seu legado em cada país onde os filmes são estreados e lançados. Pensando nisso, o livro “Nos Bastidores da Pixar”, mostra na íntegra como os seus funcionários são instigados constantemente a produzir histórias que literalmente conseguem deixar lições e durar por muito e muito tempo. O livro também mostra como a essência e determinação de uma empresa são dois pilares importantes para que seja possível alcançar novos horizontes rumo ao reconhecimento e crescimento global. Na prática, os autores criam uma verdadeira receita saudável para se ter toda uma equipe alinhada nos mesmos valores, com pessoas criativas, determinadas e com foco. Pessoas estas que são capazes de colocar em prática os projetos mais ambiciosos da companhia e cultivar verdadeiramente uma cultura empresarial disruptiva.

Além disso, o livro também mostra fatos que são bem interessantes por sinal, como as dificuldades, que muitos pensam que não existem em empresas de tal porte. Na íntegra, é exibido os problemas que envolveram diretamente a execução prática da animação “Toy Story 2“. Para se ter uma ideia, naquela ocasião os autores chegaram a comparar o momento com o conhecido dilema de nada mais nada menos do que Walt Disney, que resolveu refazer o “Pinóquio” quando o desenho já estava em processo de produção em nível avançado. O livro “Nos Bastidores da Pixar” também deixa bem claro o quão importante é ter uma equipe motivada e alinhada para poder colocar em prática todas as ideias que foram cativadas em conjunto com toda a companhia, além de sugestões autênticas para melhorar o processo de inovação e atenção aos colaboradores.

Nos Bastidores da Pixar Resenha Analítica para Empreendedores
Imagem/Reprodução: The Walt Disney Company

Ainda assim, o livro nos mostra na íntegra toda a filosofia que foi implantada e cultivada durante anos na Pixar por Ed Catmull, que mantém sua fórmula de sucesso até em tempos atuais, sendo especificamente: a tecnologia jamais deve estar acima de uma boa história a ser contada para o nosso público-alvo, como lidar com o fracasso, cercar-se de pessoas mais inteligentes e cada vez mais criativas, estimular a opinião e colaboração de todos ao nosso redor, constantes reuniões de brainstorm, antecipar os problemas, dentre vários outros fatos. Sem dúvidas, um dos maiores destaques do livro “Nos Bastidores da Pixar” é saber que nos bastidores de produções da Pixar que todos conhecemos é completamente diferente do que vemos, isso porque nas grandes telas dos Cinemas, Netflix e/ou Blurays vemos apenas o resultado final após toda a produção realizada. Contudo, antes de toda essa magia da Disney, muitos problemas ocorreram e tiveram de ser sanados a curto, médio e longo prazo.

Administração Nos Bastidores da Pixar Análise
Imagem/Reprodução: The Walt Disney Company

Na prática, quando uma nova empresa é constituída, seus respectivos fundadores precisam ter uma verdadeira mentalidade de criadores de empresas, que o livro mostra claramente como uma mente de principiante, aberta a absolutamente tudo. Contudo, quando a empresa começa a ter sucesso, muitas vezes seus líderes deixam de lado a mentalidade de criadores, porque pensam que já descobriram o que fazer. Eles não querem mais ser principiantes. Mas o que isso significa afinal? Bom, na prática ao recursar a mente de principiante que é essencial, você torna-se cada vez mais propenso a repetir a mesma fórmula do que criar algo novo no mercado, ou seja, a tentativa de evitar o fracasso.

Em suma, o excelente livro “Nos Bastidores da Pixar” quis mostrar na de forma prática e com autoridade que existem muitos obstáculos à criatividade ao nosso redor, mas também há medidas ativas que podem ser tomadas para proteger o processo criativo e garantir que todo esse processo e toda a equipe estejam devidamente alinhados ao mesmo lineup para prosseguir em direção aos objetivos definidos anteriormente. Por último, mas não menos importante, o livro descreve muito bem que a sua função como o maior líder da empresa é criar um ambiente muito fértil, além de mantê-lo sadio e buscar as coisas que o prejudicam e ter atenção as variáveis que realmente importam, ouvir as críticas construtivas (feedbacks) e promover um local de trabalho/produção onde todos ajudam e buscam soluções para as mais adversas situações do cotidiano.

Espero ter ajudado com meu artigo!
Compartilhe nas redes sociais e deixe seus comentários! 🙂

Juan de Souza

Tenho 19 anos, Fundador & CEO do TFX Startup International, uma empresa com produtos, serviços e projetos inovadores. Meu primeiro empreendimento foi aos 10 anos utilizando conexão dial-up (discada).