Você conhece a Energia das Ondas?

Atualmente, está cada vez comum ouvirmos e lermos sobre os benefícios da Energia Solar e Energia Eólica. Contudo, pelo que pude perceber, outro modal de energia renovável não tem tido a mesma visibilidade como as demais, estou referindo sobre a Energia das Ondas. Mas como funciona, Juan? Na prática, todas as ondas são formadas pela força do vento sobre a água e o tamanho das ondas varia com a velocidade do vento, da sua duração e da sua distância da água da qual o vento faz a força extrema. O movimento da água que resulta da força do vento transporta energia cinética (voltando as aulas de física) que pode ser aproveitada por dispositivos próprios para a captação dessa energia.

Energia Renovável das Ondas
Imagem/Reprodução: Portal da Energia

O interessante é que, além da energia gerada pelo movimento da água que gera ondas e das quais resulta energia cinética, existe também a energia das marés que resulta da deslocação da água do mar, ou seja, com as variações de marés e ainda existe a energia térmica dos oceanos que apesar de ser menos falada não deixa de ser importante. Essa energia das marés, por sua vez, será abordada em um outro artigo especial aqui no meu blog, devido ao conteúdo extenso. 😀 😉

Ainda assim, as ondas de alto mar podem oferecer uma energia mais estável tecnicamente que a das ondas de rebentação ou mesmo que a gerada pelo aproveitamento direto do vento. Além disso, todo o movimento ondular produz energia cinética que pode pôr uma turbina a funcionar e a energia mecânica da turbina é transformada em energia elétrica através de um gerador apropriado.

Como funciona a Energia das Ondas?
Imagem/Reprodução: Portal da Energia

Mas Juan, quais as vantagens e desvantagens da utilização da Energia das Ondas? Fique tranquilo meu caro jovem padawan! 🙂 😀 Vamos a lista dos pós e contras:

VANTAGENS

  • É uma energia renovável;
  • Não produz qualquer tipo de poluição;
  • Estão menos dependentes das condições da costa.

DESVANTAGENS

  • Instalações de potência reduzida;
  • Requer uma geometria da costa especial;
  • Requer ondas de grande amplitude na região;
  • A deterioração dos materiais pela exposição à água salgada do mar;
  • Impossibilita a navegação em alguns aspectos com suas particularidades.

Veja um vídeo abaixo do canal educasqueira de 2007 (sim!):

Juan de Souza

Tenho 18 anos, Fundador & CEO do TFX Startup International, uma empresa com produtos, serviços e projetos inovadores. Meu primeiro empreendimento foi aos 10 anos utilizando conexão dial-up (discada).