Nostalgia: Castelo Rá-Tim-Bum

Castelo Rá-Tim-Bum estreou em 1994 na TV Cultura, agradando os órfãos do Rá-Tim-Bum, já cansados de assistir suas reprises, não só dele como de outros bons programas infantis da época. É evidente que o Castelo Rá-Tim-Bum foi inspirado no próprio Rá-Tim-Bum e, como tal, era um programa bastante educativo.

Rá-Tim-Bum TV Cultura Nostalgia
Imagem/Reprodução: Rá-Tim-Bum

De criação de Flávio de Souza e do diretor Cao Hamburger, o programa conta a história de Nino, um bruxinho de mais de 300 anos que vive um pouco solitário no seu castelo (mesmo com as inúmeras criaturas mágicas viverem com ele), sua tia, a Bruxa Morgana e seu tio Victor, que era feiticeiro e cientista.

Nino precisa morar com seus tios, já que seus pais estão em uma viagem no espaço sideral. Por conta da solidão, o garoto de 300 anos realiza um feitiço e atrai para o Castelo três crianças: Zeca, Biba e Pedro. Além das três crianças, Nino sempre recebia alguma visita inesperada, geralmente do entregador de pizza chamado Bongô, da repórter de TV Penélope, da Caipora, do extraterrestre chamado Etevaldo, ou ainda do Dr. Abobrinha, que está sempre tentando comprar o castelo para destruí-lo e construir um edifício de 100 andares.

Rá-Tim-Bum TV Cultura Nostalgia
Imagem/Reprodução: Rá-Tim-Bum

Além desses personagens, outros apareciam esporadicamente, como os irmãos gêmeos Tíbio e Perônio e o tradicional Telekid com seu: porque sim não é resposta! Diversas frases do programa acabaram ficando na memória de quem assistia, como o famoso “Raios e trovões” do Tio Victor, o “porque sim não é resposta“, “passarinho, que som é esse?“, entre outros.

“Castelo Rá-Tim-Bum” foi produzido entre 1994 a 1997 e como muitos outros programa da TV Cultura marcou uma geração, sendo um clássico infantil da TV Brasileira até hoje, com certeza um dos melhores em termos de produção e criação.

Esse programa de TV marcou sua infância? Deixe seus comentários! 🙂

Fonte: Wikipedia
Imagem: TV Cultura

Meu nome é Juan, tenho 20 anos, sou empresário, investidor, blogueiro, streamer e podcaster. Com muito orgulho comecei meu primeiro negócio aos 10 anos de idade utilizando uma conexão limitada no Brasil, especificamente numa cidade de interior.